Possuído por um demônio, homem que não falava e andava há 8 anos fica curado após oração


Saber distinguir o que são enfermidades naturais e opressões do mundo espiritual é uma tarefa difícil e ainda muito polêmica para muitos cristãos, mas para dois missionários da Missão New Covenant isso ficou bastante claro quando viram um homem que não falava e nem andava, há oito anos, ficar plenamente curado após uma oração.


Este caso ocorreu na Etiópia, na África, com um homem chamado Tesfaye. Sua esposa pediu aos missionários que fossem até a sua casa para ver a situação do marido, na esperança de que os cristãos pudessem fazer algo para melhorar a sua condição.


Tesfaye e sua esposa não eram cristãos, mas eles decidiram se abrir ao Senhor Jesus quando permitiram a visita de Wolde e seu amigo, da Missão New Covenant.


“O marido dela estava sentado e imóvel num quarto escuro. Percebemos que ele tinha muita dor e estava inquieto”, disse Wolde, lembrando do momento em que entrou pela primeira vez na casa e encontrou Tesfaye.


Antes de fazer a oração em nome de Jesus Cristo, os missionários leram a passagem de Lucas 4.18, como está escrito: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos”.


No final da oração, “Tesfaye gritou muito alto e então soubemos que o espírito maligno que o possuía saiu dele”, disse Wolde, que depois de explicar os fundamentos do evangelho perguntou ao casal se queria aceitar a Jesus Cristo como único e suficiente Salvador. Eles aceitaram e “imediatamente, Tesfaye começou a falar e andar”, disse o missionário.


“Atualmente ambos estão participando das nossas reuniões de adoração a Deus na igreja. Estamos louvando ao Senhor pelo grande milagre de cura e salvação”, conclui Wolde, segundo informações do God Reports.


Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br/possuido-por-um-demonio-homem-fica-curado-100800.html




Categoria:Mundo Cristão

Deixe seu Comentário